PORTADA

NOTICIAS  

A GUARDA

TUI

O ROSAL

OIA

TOMIÑO

BAIXO MIÑO

LOCAL

OUTRAS NOVAS

DEPORTE

AXENDA

NECROLÓXICAS

ENTREVISTAS

COMUNICADOS

PORTUGAL

HEMEROTECA

PÁXINAS

 REPORTAXES

CONCELLO DA GUARDA

RÚAS DA GUARDA

VARIA

FOTOSAYER

FOTOS LECTORES

PATRIMONIO arquivo e documentación

XENTES de Ribadavila

Calendario

ENLACES

 
 
 

 

galiciasuroeste                                                                       PORTUGAL

Martes, 12 de xuño de 2018  

Cerveira-Tomiño: 14 anos de ponte, 4 de geminação, o futuro pela frente

Uma ponte física que fomentou outras ‘pontes’ em comum. Vila Nova de Cerveira e Tomiño assinalam, esta segunda-feira, 11 de junho, uma cooperação transfronteiriça secular e de futuro. A entrada em funcionamento, em 2004, da Ponte Internacional da Amizade representou um marco histórico para as duas populações vizinhas potenciando, em 2014, a formalização da ‘Carta da Amizade’. Entre vários projetos e ações já dinamizados e outros previstos, a ‘cereja no topo do bolo’ é a constituição de um parque transfronteiriço, através de uma ponte pedonal/ciclável sobre o rio Minho.

Com o objetivo de aproximar cada vez mais as comunidades da raia e de abolir as dificuldades de fronteiras ainda existentes, Vila Nova de Cerveira e Tomiño estão a potenciar o fenómeno transfronteiriço, apresentando-se como um símbolo da cooperação europeia.

A 11 de junho de 2004, a abertura da travessia rodoviária afirmou a centralidade e conetividade de um território comum, suprimindo um constrangimento de mobilidade. Uma década depois, as duas autarquias avançaram com a assinatura da “Carta da Amizade” para aprofundar laços sociais, culturais e desportivos, de forma a ajudar a construir um futuro melhor para as próximas gerações.

O princípio basilar desta cooperação é o de dar voz às populações, conhecendo os seus interesses, necessidades e aspirações, para os tornar realidade. A Agenda Estratégica para a Cooperação Transfronteiriça Cerveira-Tomiño impulsionou uma maior participação pública, pela dinamização de eventos em conjunto, mas sobretudo pela criação de mecanismos de auscultação, como a figura de provedora transfronteiriça e o Orçamento Participativo Transfronteiriço.

“Têm sido quatro anos de excelentes relações institucionais, espelhadas num maior envolvimento de ambas as comunidades. O objetivo é continuar a trilhar este caminho lado a lado em prol de ‘dois países, um destino’”, assegura Fernando Nogueira, autarca cerveirense. Por sua vez, a alcaldesa de Tomiño, Sandra Gonzalez, sublinha que “não se podem correr riscos, e o rio Minho tem de ser dinamizado e protegido a nível turístico como espaço natural. Queremos ser uma referência, um exemplo de cooperação, e com este novo parque vamos conseguir”.

Dando mais um passo de afirmação na cooperação transfronteiriça, as duas autarquias estão a encetar as diligências necessárias para a constituição da Eurocidade Cerveira-Tomiño, sendo que o projeto mais arrojado em cima da mesa é o parque natural transfronteiriço Castelinho-Fortaleza que resultará da complementaridade das valências do Parque de Lazer do Castelinho (Vila Nova de Cerveira) e do Espaço Fortaleza de Goián (Tomiño), através da ligação das duas margens por uma ponte pedonal/ciclável sobre o rio Minho, cujo Concurso Internacional de Ideias já está se encontra na 2ª fase.

Para assinalar a data de geminação, 11 de junho, nada melhor do que um evento em conjunto. Arranca hoje o III Simpósio Internacional de Escultura do Rio Minho, com seis escultores internacionais que, durante 20 dias, vão trabalhar ao vivo e em interação com o público, seis peças escultóricas, em pleno Espaço Fortaleza em Goian, Tomiño, até 30 de junho.

 

Sábado, 9 de xuño de 2018  

Patanisca é a sugestão gastronómica para os fins-de-semana de junho

Truques caseiros associados ao rei bacalhau geram uma iguaria irresistível. Vila Nova de Cerveira volta a promover os “Sabores Tradicionais de Cerveira” sugerindo, para os fins-de-semana de junho, a tradicional patanisca à mesa de 14 restaurantes aderentes.

A rota de sabores e gastronomia é cada vez mais procurada por turistas, ávidos de experiências que despertem os cinco sentidos. E se à boa mesa juntarmos o conhecimento do património cultural e natural, temos a combinação perfeita e um destino chamado Vila Nova de Cerveira.

Depois do Debulho de Sável do Rio Minho durante os fins-de-semana de maio, chega a sugestão em torno da patanisca. São várias as formas de confeção, umas mais antigas, outras já adaptadas aos tempos modernos, mas a verdade é que continua a ser uma excelente e deliciosa opção para um almoço, jantar, ou simplesmente para um momento relaxante a petiscar com um grupo de amigos.

Fica o convite para desfrutar de Cerveira, também vila da arte gastronómica!

Lista de restaurantes aderentes

bullet

Abrigo das Andorinhas (251 795 335);

bullet

Adega Real (251 795 366);

bullet

Boega – O Peregrino (251 700 500);

bullet

Braseirão do Minho (251 700 240);

bullet

Cantinho dos Amigos (251 795 725);

bullet

Casa das Velhas (251 708 482);

bullet

Casa Lau (251 795 162);

bullet

Central (251 794 898);

bullet

Costa Verde (251 795 430);

bullet

D. Maria (251 797 229);

bullet

Glutão (251 795 654);

bullet

Lavrador (251 796 604);

bullet

Luso Galaico (251 795 225);

bullet

Sol Nascente (251 941 233).

 

VALENÇA

Eurocidade Tui Valença Inspira Colombia e Equador Cooperação na Raia Minhota é Exemplo para o Mundo

Delegação da Colômbia e do Equador veio conhecer o exemplo de cooperação entre Valença e Tui e inspirar-se no modelo da Eurocidade para estabelecer base de cooperação entre estes dois países.

Eurocidade Inspira a América Latina

Os representantes da Colômbia e Equador tiveram a oportunidade de conhecer a realidade administrativa, social, económica, cultural, desportiva e turística e destas duas cidades. A Fortaleza, a Piscina Municipal, o Albergue de Peregrinos, o Comboio Turístico, a Catedral de Tui, a Câmara de Valença e o Concello de Tui foram alguns dos espaços visitados.

A iniciativa foi dinamizada pela Associação Europeia de Cooperação Territorial Galiza Norte de Portugal e pela Eurocidade Tui Valença e decorreu no âmbito das Jornadas sobre“Serviços Públicos Transfronteiriços”.

Eurocidade Exemplo de Cooperação

A Eurocidade Valença Tui é um encontro de vontades de 35 mil habitantes, num novo conceito de cooperação, de segunda geração, no âmbito europeu. Duas cidades, que vivem frente a frente, "unidas" fisicamente pelo Rio Minho e pela fronteira, estão a institucionalizar uma cooperação que já é efetiva e real na vida diária das duas comunidades.

Valença e Tui são o centro geo-estratégico do Noroeste Peninsular, com uma esfera de influência, a 1h30, de 6 milhões de habitantes e a fronteira terrestre mais movimentada, entre Portugal e Espanha, com a passagem, diária, de 22 mil veículos dia.

Prioridade o Cidadão

O trabalho conjunto é dirigido ao cidadão e às instituições, promovendo a convergência entre as duas cidades, que encontram, na fronteira, uma oportunidade para o desenvolvimento do território.

Partilha de Equipamentos

A partilha de equipamentos e serviços é outra das grandes realidades que as duas cidades estão a institucionalizar. A Piscina Municipal de Valença, o Teatro Municipal de Tui, os Bombeiros Voluntários de Valença e os Serviços de Saúde são alguns dos serviços e equipamentos com utilização conjunto cujos modelos de gestão partilhada podem trazer grandes benefícios para as comunidades locais e mesmo regionais.

A gestão partilhada do território é a grande meta de Valença e Tui com a institucionalização de uma eurocidade, num modelo de cooperação que seja um exemplo para a Europa e o mundo. O projeto conta com a cobertura da União Europeia, dos governos de Portugal e Espanha e o resguardo da Xunta de Galicia, da Comissão de Coordenação da Região Norte e da A.E.C.T. - Associação Europeia de Cooperação Territorial Norte de Portugal / Galicia a Eurocidade.

 

Xoves, 7 de xuño de 2018  

Convívio Anual leva seniores a visitar Amarante e Baião

Cerca de 800 seniores de todas as freguesias do concelho de Vila Nova de Cerveira participam em mais uma edição do Passeio/Convívio Sénior promovido pela Câmara Municipal. Divididos em dois grupos, pelos dias 12 e 13 de junho, o destino é a região do Baixo Tâmega, mais concretamente os concelhos de Amarante e Baião.

Do programa consta uma visita a alguns dos pontos mais turísticos da cidade de Amarante, nomeadamente a Igreja e o Convento de São Gonçalo. Mandada construir em 1540, no seu interior pode-se ver o órgão de tubos e o túmulo de S. Gonçalo (junto ao altar). Está também a imagem de S. Gonçalo que conserva uma tradição: se puxar a corda da cintura pedindo três desejos, eles serão concretizados...

É também sugestão caminhar pelas ruas antigas do centro histórico, apreciar o casario típico e a história que a cidade conta, fazendo ainda uma visita à Igreja de São Domingues e à Igreja de São Pedro. Para quem gosta de apreciar a arquitetura antiga, em Amarante, principalmente no centro histórico, encontram-se inúmeros exemplos do românico e ainda muitos edifícios da Idade Média.

O almoço-convívio vai acontecer numa Quinta Vinícola de Baião, seguindo-se uma tarde dançante com música ao vivo. Destinado exclusivamente a pessoas com idade igual ou superior a 60 anos e/ou reformados recenseados no Concelho, o objetivo da autarquia cerveirense é o de proporcionar um dia de convívio e confraternização, procurando criar laços entre os munícipes, ao mesmo tempo que se combate o isolamento e a solidão.

A organização do Passeio/Convívio Sénior de Vila Nova de Cerveira está a cargo dos Serviços Municipais da autarquia com o empenho das juntas de freguesia e, na divulgação, o apoio das paróquias do Arciprestado do Concelho.

 

Avança a 2ª fase de substituição de 2000 lâmpadas convencionais por LED

A Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira está a dar continuidade ao processo de substituição de toda a iluminação pública do concelho por lâmpadas com tecnologia LED. A 2ª fase de intervenção arrancou, esta segunda-feira, em mais sete freguesias para trocar 1859 luminárias. Até ao momento, o investimento é superior a meio milhão de euros, com recurso a fundos comunitários e parcerias.

Em 2015, o Município cerveirense deu o primeiro passo em prol da eficiência energética alargada a todo o território. A 1ª fase de substituição da IP para LED decorreu nas freguesias de Candemil, Gondar, Mentrestido, Nogueira e Sapardos, e nos dois polos industriais de Vila Nova de Cerveira. Foram substituídas cerca de 900 luminárias, fruto de uma candidatura lançada ao POVT pela autarquia cerveirense em parceria com a CIM Alto Minho, na ordem dos 200 mil euros, comparticipada em 85%.

Prossegue agora uma nova fase, financiada pelo Plano de Promoção à Eficiência no Consumo de Energia Elétrica (PPEC 2017-2018), tendo sido a única candidatura apoiada no Alto Minho. O investimento é de cerca de 350 mil euros, suportados pela Câmara Municipal e a EDP Comercial – Comercialização de Energia, S.A., para as freguesias de Sopo, Gondarém, Loivo, Vila Meã, Campos, Cornes e Nogueira. Iniciada esta segunda-feira, a execução destes trabalhos deve estar concluída no final do mês de julho, perspetivando-se poupanças anuais na ordem dos 55 mil euros.

Para além de melhorar o serviço de iluminação pública em todo o concelho e de reduzir a fatura energética, esta aposta na tecnologia LED vem, de acordo com o autarca cerveirense, “dar resposta a um dos maiores anseios da população, aumentando o sentimento de segurança na via pública, com recurso a uma solução inovadora, económica e mais amiga do ambiente". Fernando Nogueira sublinha que a poupança alcançada será reaplicada em benefício das populações, mantendo a iluminação pública sem interrupções durante o período noturno.

A concretização destas duas fases abrange 12 das 15 freguesias (mediante o mapa administrativo anterior à reorganização), num total de 3000 luminárias substituídas, para uma poupança anual na ordem dos 80 mil euros na fatura energética. Entretanto, na freguesia de Covas e na EN 13, entre os limites do concelho (Vila Meã a Gondarém), a EDP Distribuição SA. já tem o processo de substituição de luminárias em curso, através de investimento próprio.

De futuro, e de forma a concluir este processo, fica a faltar a freguesia sede do concelho e Reboreda, recorrendo às verbas disponibilizadas pelo Portugal 2020 para a eficiência energética.

 

VALENÇA

Prova de Atletismo Solidária Participa e Ajuda os Afetados de Paramos

Domingo, 10 de junho, a Eurocidade Tui Valença promove a 7ª edição da Eurocidade10, uma prova de atletismo solidária, entre dois países.

#todosconparamos

O valor dos 4€ (com oferta da t-shirt) da inscrição reverte, na totalidade, para a Plataforma de Afetados pela explosão de Paramos (Tui). Inscreva-se e dê o seu contributo a esta causa solidária, mesmo que não corra está a apoiar. Poderá ajudar, também, adquirindo, no local, uma t-shirt da prova, com o hastag #todosconparamos, pelo valor de 5€.

Prova Internacional

Este ano a prova sairá do Paseo da Corredoira, em Tui, às 10h (PT)

10 kms de percurso por Tui e Valença, sendo um evento único que percorre duas cidades, dois países e atravessa uma ponte internacional. O percurso decorreu pela rua Augusto González Besada, Martínez Padín, Avenida de Portugal, cruza a velha ponte internacional para fazer um percurso pelo perímetro interior e pelo exterior da Fortaleza de Valença, volta a Tui cruzando novamente a ponte e termina na Corredoira.

Como Inscrever-se?

A inscrição poderá ser feita através dos sites:

https://clubatletismotui.wordpress.com/eurocidade10

https://lap2go.com/pt/event/eurocidade-2018

https://championchipnorte.com/evento/detalle/id/1508/vii-eurocidade-10-2018

A prova premiará os vencedores absolutos, os três primeiros femininos e masculinososos e de cada categoria sub23, sénior e veterano A e B e os três (masculinos e femininos) da Eurocidade.

A organização é da Eurocidade Tui Valença e do Clube de Atletismo de Tui.

 

Mércores, 6 de xuño de 2018  

Encontro de Coros agendado para domingo, 10 de junho

O Coral Polifónico de Vila Nova de Cerveira, em parceria com a Câmara Municipal, promove no próximo domingo, 10 de junho, um Encontro de Coros. De entrada livre, o evento tem início às 15h30, no Cineteatro de Cerveira.

São convidados deste intercâmbio musical, o Coro dos Voluntários da Liga Portuguesa Contra o Cancro Núcleo Regional do Norte, o Coral Polifónico de Melide e o anfitrião Coral Polifónico de Vila Nova de Cerveira. Cada grupo vai interpretar cinco temas musicais do seu repertório, proporcionando um ambiente familiar.

O Coro dos Voluntários da LPCC – Núcleo Regional do Norte iniciou a sua atividade em maio de 2015, não tendo quando formação musical. Tratando a música com o mesmo carinho que tratam o doente, o caminho percorrido é como amadores, com ajuda do Prof. Orlando Mesquita.

Oriunda da Galiza, a Sociedade Coral Polifónica de Melide é uma entidade sem fins lucrativos constituído em 1982, com o único objetivo de fomentar e divulgar a cultura em todos os âmbitos, mas com especial atenção à divulgação da arte da música galega. Com direção de Don Valeri Moriatov, este coro conta com um vasto repertório de música sacra e profana em galego, castelhano e latim, inclui algumas canções em inglês, italiano ou russo.

Por sua vez, o Coral Polifónico de Vila Nova de Cerveira, com três décadas de existência, muito tem contribuído para a divulgação da música coral e para a promoção do concelho em numerosas localidades de Portugal e Espanha. O trabalho realizado foi reconhecido pela Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, com a atribuição da Medalha de Mérito Concelhio, em sessão realizada nos Paços do Concelho, a 1 de outubro de 1994, dia do Município. Como diretores artísticos passaram pelo Coral Polifónico, o professor Euclides Rodrigues, a professora Lúcia Picas, a professora Milagro Fandiño e, atualmente, é coordenado e dirigido pela professora Cíntia Pereira, desde fevereiro de 2005.

 

VALENÇA

Valença Cria Fun Zone de Apoio à Seleção

O Jardim Municipal de Valença vai ser o palco principal para a visualização dos jogos da seleção de Portugal no Mundial da Rússia. A Fun Zone, terá ecrãs gigantes e bares de apoio que prometem tornar os jogos da seleção das quinas empolgantes em Valença.

Apoio à Seleção Nacional

O primeiro espetáculo futebolístico será já sexta-feira, 15 de junho, às 15h, para visualizar o jogo entre as seleções de Portugal e Espanha. O espetáculo repete-se a 20 de junho, com o jogo Portugal/Marrocos, às 13H e em 25 de junho no jogo Portugal/Irão, às 19H. O entusiasmo é grande no apoio à seleção nacional e esperam-se vitórias e muitos mais espetáculos até à final, em Valença.

Fun Zone

O recinto do Jardim Municipal contará com ecrãs gigantes que proporcionarão uma melhor leitura dos jogos. A área contará, ainda, com dois bares de apoio a ser explorados pelo Sport Clube Valenciano e pelos Bombeiros Voluntários de Valença.

Os valencianos associam-se assim a esse grande momento do futebol mundial que vai marcar o calendário desportivo do verão. Serão seguramente muitos os valencianos, a marcar a sua presença, jogo a jogo, puxando pelas cores nacionais, na Fun Zone do Jardim Municipal de Valença.

 

Martes, 5 de xuño de 2018  

III Simpósio Internacional de Escultura do Minho de 11 a 30 de junho

Durante 20 dias, seis escultores internacionais vão dar forma a um projeto escultórico que ornamentará os espaços públicos de Vila Nova de Cerveira e de Tomiño, no âmbito da cooperação transfronteiriça. Com caráter bienal, o III Simpósio Internacional de Escultura do Minho decorre de 11 a 30 de junho, no Espaço Fortaleza, em Goián, Tomiño.

Sob coordenação da escultora Lili Pobornikova, a edição 2018 do evento tem como novidades a inclusão, pela primeira vez, de uma escultura elaborada em ferro, que se juntará às tradicionais trabalhadas em pedra, para além de se realizar no mês de junho e não em setembro, de forma a usufruir mais do período de verão.

Entre os 12 projetos apresentados, os dois concelhos selecionaram seis escultores: Zhao Li (China), Zdravko Zdravkov (Bulgária), Georgi Minchev (Bulgária), Ghueorgiu Filin (Itália), Batu Isidore Shiharulidze (Estados Unidos da América) e Remigio Dávila (Espanha). Cada um vai trabalhar, ao vivo, a obra de arte proposta, em plena interação com o público e com a natureza. No final, as esculturas ornamentarão os espaços públicos de Vila Nova de Cerveira e de Tomiño.

Durante a apresentação do III Simpósio Internacional de Escultura do Minho, que decorreu na passada sexta-feira, o autarca cerveirense enalteceu um “projeto ambicioso, mas estimulante porque privilegia o envolvimento e a participação ativa”. “O sucesso advém da aceitação de ambas as populações desta complementaridade em detrimento da competição, acolhendo iniciativas como esta que contribuem para dar sustentabilidade aos conceitos ‘Vila das Artes’ e ‘Terra de Artistas’”, referiu Fernando Nogueira.

A alcaldesa de Tomiño, Sandra Gonzalez, assegurou que “este simpósio é exemplo do bom acolhimento de programações e atividades conjuntas entre Tomiño e Vila Nova de Cerveira; duas populações ligadas histórica e geograficamente, que hoje partilham políticas e consolidam amizades que já existem desde tempos imemoráveis”.

A realização da III edição já revela a conquista de espaço de mais um evento de referência cultural no território comum Cerveira-Tomiño e com projeção internacional. Por último, os presentes agradeceram o trabalho de coordenação da escultora Lili Pobornikova, assim como dos escultores Nando Álvarez e Vítor Reis, contribuindo para dar um nível de qualidade mais elevado ao certame.

 

Venres, 1 de xuño de 2018  

Banco Alimentar contra a Fome no terreno nos dias 2 e 3 de junho

Aproxima-se a primeira campanha anual de recolha de alimentos nos supermercados e superfícies comerciais de todo o país. Agendada para este fim-de-semana, Vila Nova de Cerveira volta a associar-se a esta ação altruísta e apela à generosidade da população.

Com o lema “Se dermos um pouco mais, vai faltar um pouco menos!”, a campanha que se realiza, nos dias 2 e 3 de junho, em diversos estabelecimentos comerciais portugueses, é um apelo à partilha e à solidariedade, valores que compõem a matriz identitária dos cerveirenses.

Em Vila Nova de Cerveira, cerca de 30 voluntários do Banco Local de Voluntariado, em estreita colaboração com as Guias de Cerveira e o Agrupamento de Escuteiros 981 de Campos, vão estar nos dois estabelecimentos comerciais do concelho a sensibilizar para a doação de bens alimentares.

O objetivo desta campanha é reforçar o stock de alimentos não perecíveis, como leite, azeite, massa/arroz, leguminosas (lata/frasco/secas), conservas de carne (salsichas) e peixe (atum e sardinha), farinha/açúcar, óleo e bolachas que, posteriormente, serão distribuídos pelos agregados familiares já sinalizados.

Para além da campanha saco, o Banco Alimentar Contra a Fome tem patente, até 10 de junho, a ‘Ajuda Vale Online’.

A todos os benfeitores – aqueles que contribuem com bens alimentares, e aqueles que, com o seu trabalho, ajudam esta causa – o Município de Vila Nova de Cerveira deixa, desde já, um sincero, reconhecido e grato agradecimento.

  

Dia Mundial da Criança transformou-se numa Color Party

Uma explosão de cores e diversão marcou mais um Dia Mundial da Criança em Vila Nova de Cerveira. No Pavilhão Multiusos, cerca de 500 crianças do pré-escolar e do 1º ciclo do concelho viveram um dia muito animado com a Festa ‘Trolls e o Mundo Colorido’, inúmeras brincadeiras e surpresas, pipocas e prendas.

As crianças cerveirenses já sabem que, todos os anos, a Câmara Municipal prepara um programa diferente e divertido para assinalar o dia 1 de junho. Depois da ‘Feira Popular’ 2017, este ano a proposta revelou-se igualmente um verdadeiro sucesso, transformando-se numa Color Party.

Porque o Dia Mundial da Criança é sinónimo de felicidade, os ‘Trolls’ - as criaturas mais felizes do mundo – não quiseram faltar e apareceram para contagiar a pequenada, com música e dança. Pelo espaço estavam ainda espalhadas 12 estações com jogos, artes plásticas e insufláveis, e uma deliciosas e crocantes pipocas.

Convidadas a vestirem-se de branco, as crianças lá iam questionando, quando no final descobriram: para o dia ser esplêndido, uma explosão de pós coloridos arrancou gritos de entusiasmo e euforia por ser uma ‘Color Party’.

Para recordarem a edição 2018 do Dia Mundial da criança, a Vereadora da Educação, Aurora Viães, distribui por cada aluno dois presentes, uma corda para saltar e um jogo interativo que convida a ‘Descobrir a Vila das Artes’.

À pergunta: “Gostaram?” As respostas eram dadas de imediato: “Siiiiiim”, “Adorei”, “Obrigada”, “Foi o melhor Dia da Criança de sempre”.